01:36 | Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017 | Boa Noite

Rádio Corval, CRL - HISTORIAL


A Rádio Corval, surgiu em 21 de Agosto de 1986, quando alguns corvalenses, amantes da sua terra, resolveram fazer uma experiência radiofónica. A ideia foi de imediato acarinhada pela população que apoiou incondicionalmente a iniciativa, tendo-se juntado muitas vontades locais e um leque de colaboradores que ultrapassaram rapidamente a meia centena . S. Pedro do Corval, sendo o maior centro oleiro artesanal do país e tendo como motor a dinâmica C. C. Corval, tinha condições suficientes para arranque deste novo projecto. Surgiu por isso no espaço radiofónico, como uma necessidade de divulgar os valores culturais e patrimoniais da região, dar- lhe o seu apoio, assim como incentivar e promover os valores relacionados com as mais variadas formas de expressão artística. Pautando a sua actuação sempre pelo profissionalismo, rigor , isenção e legalidade o projecto não podia parar até porque, entretanto, outras concorrentes tinham surgido. Sempre a primeira entre as primeiras, aderiu ao movimento da rádios livres do sul e organizou o seu 3º Encontro com enorme participação das suas congéneres. Fundou e suportou vários anos a frequência do concelho de Reguengos de Monsaraz. A capacidade de trabalho demonstrada, a determinação e empenho motivaram enorme inveja provocando diversas acções de enfraquecimento da estrutura cooperativa, nomeadamente as várias tentativas de afastamento da Unirádio, de cujo projecto não abdicámos, esperando ver reposta a legalidade. O difícil relacionamento, a insuficiência de horas para dar continuidade ao projecto consistente anteriormente delineado, aliados à necessidade de cobertura do concelho limítrofe de Mourão, extremamente carenciado face à sua crescente importância e à nova realidade da Barragem do Alqueva, motivaram o aparecimento em 2000, a RÁDIO CORVAL- ALENTEJO, (RC Alentejo) na frequência de 96.2 Mhz , atribuída ao Concelho de Mourão.

Aí estão localizados os emissores, partindo a emissão desde S. Pedro do Corval, única aldeia deste país a possuir uma estrutura desta natureza. O sucesso conseguido levou-nos diversas vezes ao top das quotas de audiência regional aferidas por empresas da especialidade. A realização do 1º Festival de Música na nova Aldeia da Luz, foi sem dúvida um dos grandes marcos de referência na história da estação, ao qual demos continuidade com a 2ª edição. A realização de duas emissões em simultâneo com a Rádio Alpha (Paris) difundida por satélite para o mundo, foi outro dos pontos altos do nosso percurso radiofónico. Hoje, 31 anos depois, o fenómeno da comunicação é uma realidade inegável. As exigências técnicas e tecnológicas foram-nos pondo à prova quase minuto a minuto. Pelos nossos microfones demos voz a milhares de convidados, divulgámos e difundimos centenas de iniciativas. À nossa volta por todo o Portugal, Arquipélagos da Madeira e Açores e do Estrangeiro juntámos amigos que nos falaram da sua cultura, das suas iniciativas.

Orgulhosamente fomos acompanhando o progresso e podemos dizer convictamente que continuamos preparados para enfrentar muitos dos desafios que se nos deparam, e com o objectivo de sermos uma mais valia para a nossa região e para a nossa terra . Presentemente, também já nos sentimos cúmplices no elo de ligação com o Universo, pois através da nossa emissão na Internet podemos ser ouvidos em todo o mundo.


Connosco partilham as vinte e quatro horas de emissão, centenas de cibernautas em todo o mundo enviando-nos mensagens de apoio, solicitações de músicas e diversas propostas de comunicar utilizando o http//:www.rcalentejo.com.pt.



Possuímos um leque variado de colaboradores que emprestam à emissão uma dinâmica abrangente que abarca todo o tipo de públicos. A caminho do quarto de século, toda a equipa que constitui a Rádio Corval (directores, funcionários e colaboradores), continuam com o mesmo empenho e dedicação, fazendo juz ao lema de “Isenção, honestidade e legalidade “.